1 de ago de 2011

A Ciência de Fringe (1ª Temporada) - Nanotecnologia | Capítulo 4

Nanotecnologia é uma área em que sua mecânica é toda trabalhada em uma escala atômica, molecular, sobre uma matéria. Dentre as áreas que utilizam esta tecnologia, as que mais se destacam são: medicina, informática, engenharia, química e física. Para se ter uma ideia em relação ao tamanho de algo com tecnologia nano, peguemos um fio de cabelo e o diminuamos para um centésimo de milésimo de sua largura. Mesmo sendo tão pequeno, ainda é relativamente maior que o próprio átomo.

O nanômetro (nm) foi um termo utilizado por Richard Feynman, em uma palestra para a Sociedade América de Física em 59, onde foi discorrido sobre o assunto pela primeira vez, depois, em 1974, foi a vez de Norio Taniguchi utilizar o termo “nanotecnologia” relativo a uma tecnologia onde é possível a manipulação de materiais a partir de 1nm.


Agora comecemos a falar de alguns materiais que são manipulados em escala nanométrica; os nanofios e nanotubos de carbono. A medida de um nanofio equivale a um diâmetro, relativamente pequeno e podendo chegar a 1nm. Em base, uma folha de carbono pode ser enrolada a fim de ser constituída a um nanotubo, dependente da forma que a folha é enrolada, este nanotubo pode variar de padrões, ou seja, varia de especificidades.


Acima, foto mostrando um nanotubo em múltiplas camadas, organizando os átomos em um nanotubo de maneira correta, cria-se um nanotubo que muitas vezes é centenas de vezes mais forte que o aço, e o melhor também; mais leve. A engenharia toma conta desse avanço, que pode ser levada para carros e aviões, melhorando o desempenho de ambos.


Indo agora para o lado mais ‘informático’ da coisa, sabe-se que os computadores atuais dispõem de alta tecnologia e o nível de desenvolvimento da nanotecnologia nestes processadores é muito alto, levando um destaque ao Intel Core i7. Logicamente, procuram desenvolver-se neste ambiente nano a fim de trazer mais velocidade aos processadores e mais capacidade de memória, diminuindo o tamanho e peso destas máquinas.

Produtos como protetor solar, vestuário, celular, remédios já tem suas bases manipuladas pela nanotecnologia.


Apesar de toda essa revolução no campo de informática, a nanotecnologia terá, possivelmente, seu maior destaque na medicina, tendo em vista que a própria tecnologia é desenvolvida na ideia de átomos, ou melhor, são átomos, nada mais justo do que trabalhar o mesmo dentro do corpo humano em prol de sua saúde e bem-estar.

Especula-se que os pacientes com alguma doença viral, ou até mesmo o câncer, beberão um líquido com nanorrobôs, que por fim, estes irão ser programados para atacar as células infectadas, e assim, reconstruir a estrutura molecular da mesma. E dizem também, que estes ‘pequenos’ poderão reverter/atrasar o envelhecimento, aumentando assim, a expectativa de vida. Eles também irão ser programados para realizar cirurgias, onde obviamente, trabalhariam num nível muito mais preciso, e como seriam injetados via oral, não deixariam nenhuma cicatriz.
E quem disse “vai ter problemas”, parabéns, acertou. Os cientistas temem que os nanorrobôs poderiam “empolgar-se” demais, e por serem tão pequenos, poderiam facilmente romper a barreira existente entre sangue e cérebro, justo a barreira – membrana na verdade – que protege o cérebro de substancias prejudiciais à ele que correm pelo sangue.

Por fim, percebe-se que sempre a ciência tenta facilitar a vida do ser humano. E também deixar alguns desempregados, pois, se isto vir a ter protótipos finais, vão substituir grandes profissionais, como tipo cirurgiões. Voltando a informática, seremos os maiores beneficiados, afinal, os computadores estão sendo projetados para serem utilizados onde quiser, devido sua portabilidade e com altíssima tecnologia. Só não gostei muito da ideia de ingerir algo e por fim, ele perfurar a membrana do meu cérebro, porque vai que... né. Deixemos a nanotecnologia avançar mais, muito mais, antes de qualquer coisa.



O Capítulo 5 será sobre Precognição!

2 teorias:

Marcel disse... [Responder Comentário]

Muito bom o post

Rebeca Borges disse... [Responder Comentário]

adorei!!! gente, nunca tinha ouvido falar em nanotecnologia...

Postar um comentário

.