20 de ago de 2011

A Ciência de Fringe (2ª Temporada) - Hipnose | Capítulo 10



Voltando com o quadro "A Ciência de Fringe" que agora será abordado os temas da 2ª Temporada da série. E como vocês sabem, nesta temporada se teve três aberturas diferentes, em seu total com 23 temas. Vamos começar hoje com: Hipnose!

Hipnose (Hypnosis)

Para você que achava que hipnose não passava de um truque ilusório ou uma coisa banal de fato, parabéns... Você está muito enganado. Alguma vez na sua vida você se auto hipnotizou e nem sentiu, como você focar em algum ponto e ficar num estado chamado “voando/brisando”, por mais que seja um tipo de hipnose leve.

Image and video hosting by TinyPic

Tudo começou no Século XVIII, quando um médico alemão Franz Mesmer (você já deve ter ouvido o termo “mesmerizer”) achava que provocando delírios em pacientes, isso levaria a cura de alguma doença, ele foi perseguido por isso, mas ainda sim levou ao que se chama de Hipnotismo Científico. O nome “hipnose” só veio surgir no Século XIX, que foi um nome dado pelo fisiologista Giancarlo Carli. Este nome vem do deus grego “Hypnos”, que era o deus do sono, mesmo que a hipnose, ao contrário do que muitos acham, não está relacionada ao sono.

Image and video hosting by TinyPic

O famoso relógio naquele seu “tic tac” usual, foi um dos primeiros instrumentos a serem utilizados, e por mais bobo que seja, também foi um método comprovado de hipnose. Sendo que atualmente se usa mais um método de relaxamento, quando um hipnólogo fala com uma voz calma com a pessoa a ser hipnotizada, com uma voz que acompanhe o ritmo cardíaco em seu estado de repouso, outro método comum também é o daquele onde se coloca um som contínuo, como um estalar de dedos que aumenta progressivamente e também um método mais “sutil”, como quando o hipnólogo coloca a mão no rosto da pessoa e joga a cabeça dela bruscamente para trás dizendo “durma”, por mais que atualmente eles estejam sussurrando e apenas massageando a têmpora da pessoa (cantos da testa) ordenando-a que ela relaxe, o hipnólogo fala como ela deve se comportar, até que durma, depois ele a manda que acorde, e finalmente, entre num estado de hipnose.

Existem 5 graus de hipnose, claramente, desde do mais leve até um que a pessoa pode ter alucinações, sendo que varia de pessoa para pessoa, cerca de 25% pode entrar em um estado de hipnose, sendo que para alguns hipnólogos, todas as pessoas podem ser hipnotizadas, depende do seu estado mental – quando falo “estado mental” me refiro as variantes dos nossos estados emocionais – bem, a hipnose só pode ser administrada por uma pessoa qualificada, caso contrário, um dos maiores riscos, é está pessoa implantar coisas em sua cabeça, coisas que você nunca vivenciou. Como ocorreu nos EUA de um hipnólogo implantar no subconsciente de alguns pacientes que eles sofreram abusos sexuais quando pequenos e/ou praticaram ritos satânicos.

Comprovado pela ciência, o que ocorre na hipnose é que o sujeito é levado a ter o cérebro iludido, sim iludido, ele é condicionado a ouvir uma ordem e o cérebro age como se cortasse certas informações, como eu estivesse conversando com uma pessoa e uma terceira entrasse no meio de nós, ficaria como fosse uma divisão da lógica, racionalidade do cérebro e a outra parte ficaria o subconsciente ativo. Isso é visto no vídeo abaixo, quando uma mulher é dita que uma água que está em torno de 50ºC, não queima quando ela coloca sua mão nela:


Mas obviamente, relaxem! Um hipnólogo não pode estar caminhando na rua, te olhar e você em seguida estar imitando uma galinha, como se sabe, para tudo você tem que estar concentrado, então claro, você saberá que está sendo hipnotizado. Por mais que um cara conseguisse hipnotizar as pessoas com um aperto de mão começando e logo em seguida a massagear o pulso da pessoa com o polegar. Então... Comece a desconfiar de apertos de mão, barulhos que aumentam progressivamente, vozes calmas no seu ouvido... E principalmente de luzes vermelhas e verdes. Sem querer pressionar.

Vídeo de um ato de hipnose:


Como já dito; na 2ª Temporada de Fringe se tem três aberturas, então vamos relembrá-las!

Nosso universo:


Universo Alternativo:


Abertura de 1985:

2 teorias:

Rebeca Borges disse... [Responder Comentário]

Adorei! acho muito interessante a hipnose, fiquei com medo, UHSAUHAS,me senti pressionada sim.

Paulo André. disse... [Responder Comentário]

Que isso, Rebeca! Como falei no texto, para tudo você precisa estar concentrada! Relaxe!

Postar um comentário

.