1 de nov de 2012

[Review] 5x04 - The Bullet That Saved the World


Etta

Um dos episódios mais tristes da história de Fringe.

Após um curto hiatus de duas semanas, Fringe retoma a excelente sequência de episódios desta 5ª temporada acrescida de uma carga dramática inigualável. "The Bullet That Saved The World" discorre sob um ritmo frenético não visto em seus antecessores e consegue apresentar um desfecho tão surpreendente quanto melancólico. 

Neste âmbito, há quem diga que Fringe é genial pela resolução dos casos, coesão de suas tramas e pureza de detalhes. Entretanto, há quem diga que ela é excepcional devido a todos estes aspectos somados a um ponto crucial de sua trama, os personagens. Foram eles que fomentaram o sentimento de fã, que impulsionaram-nos a fazer campanhas de renovação e nos emocionaram por inúmeras vezes.

Etta, a metonímia perfeita de Olivia e Peter, é exemplo disto. Desde que surgiu pela primeira vez em "Letters of Transit" cativou o público por seu carisma, perseverança e foco. Tornou-se então uma das personagens de maior importância no universo da série, especialmente em 2036, no qual a ideia de um futuro sob sua ausência soa inimaginável. 

No segundo ato do episódio, o monólogo de Olivia à respeito do projétil carregado por Etta concretiza a teoria de que a bala do colar é a mesma utilizada por Walter em "Brave New World: Part 2" para matá-la e, por conseguinte, salvar os universos de um colapso destrutivo. É curioso pensar que uma bala que ora salvou dois universos e milhares de vidas, outrora derramou sangue inocente.

Ademais, este 5x04 avançou significativamente no plano de Walter para a salvação da humanidade e, junto a ele, rebuscou antigos fringe events para serem usados contra os observadores, uma manobra genial de roteiro que dá ao telespectador mais ingênuo a sensação de planejamento prévio. A sequência na qual Walter derruba um observador e um legalista é simplesmente genial e nos recorda do episódio 1x14 "Ability" em que um vendedor de jornal morre asfixiado após receber uma nota de dois dólares contaminada com a mesma substância contida no gás de Walter, a qual resulta no fechamento de todos os orifícios do corpo humano.

Além disso, diante da ameaça de invasão do laboratório reportada por Broyles à Etta, a necessidade de uma fuga tornou-se eminente. Desse modo, o fringe team abandonou Harward, o que somado ao fato de Peter ter sido reconhecido no início do episódio pelo Capitão Windmark, criou uma atmosfera de urgência constante nos minutos finais de "The Bullet That Saved The World".

Eis que em meio a fuga, uma das peças é derrubada e, igualmente ao episódio anterior, este termina com um sacrifício obrigatório. No caso, é Etta que recusa assistência após levar um tiro de Windmark desejando manter Peter, Olivia e Walter a salvos. Em questão de segundos, a bomba é acertada, o luto não é processado e a despedida é corriqueira. 

Etta se esvai como um dente-de-leão projetado ao vento. Palavras as quais escrevo com os olhos marejados pelo pesar de uma perda que foi e será sentida por todos nós. Dessa forma, Fringe não traz apenas mais um episódio focado em outra etapa do plano de salvação da humanidade, como também nos deixa com um vazio irreparável.

Easter eggs:

Um dos easter eggs mais curiosos deste 5x04 é o nome "Manifest Destiny" que aparece na parede da passagem inferior sob o fringe team. Do ponto de vista histórico, o Destino Manifesto era a crença do povo norte-americano no século XIX de que eram destinados a expandir seu território sob o continente, conquistando o antigo mundo e criando um completamente novo - o que muitos acreditavam ser uma desculpa divina dos EUA para o expansionismo repressor contra os povos indígenas. Conseguem ver a semelhança entre americanos e observadores?


Quando visitamos o depósito de objetos e evidências dos antigos fringe events, reencontramos diversos elementos conhecidos da série. O primeiro e mais visível deles é o mutante porco-espinho do episódio 1x13 "The Transformation", que também marcou presença recentemente no episódio 4x16 "Nothing As It Seems".


Além disso, mantêm-se conservados no laboratório os assustadores parasitas do episódio 2x09 "Snakehead", que assim como o porco-espinho, fazia parte da nomenclatura de espécies de William Bell na 4ª temporada para a criação do novo mundo.


Outro caso que vale a pena ser recordado é o do episódio 2x03 "Fracture", no qual o policial Gillespie é morto após tocar em uma maleta com um dispositivo capaz de cristalizar o corpo humano em segundos. Os restos do corpo de Gillespie continuam até hoje guardados no laboratório de Harward, veja:


Ao lado do cadáver cristalizado, temos a boneca do episódio 3x12 "Concentrate and Ask Again", no qual é utilizada como uma arma biológica capaz de quebrar os ossos do corpo de quem inspirasse o gás liberado.


Mais um elemento que relembrado é a janela usada por Walter para ver o universo alternativo. A vimos pela primeira vez no sensacional 2x16 "Peter" e desde então, quem diria, revisitamos por inúmeras vezes o lado B para terminarmos no futuro de 2036.

O jogo das quatro cores, intitulado Simon Says nos EUA, é outra referência que recebe um enfoque especial neste episódio. O vimos em Fringe pela primeira vez no episódio 1x15 "Inner Child" com Ella e Olivia brincado outra versão de mesmo nome "Simon mandou...". Já a versão eletrônica do jogo foi lançada em 1978, curiosamente o ano em que Peter nasceu. Como se não bastasse tudo isto, o nome Simon nos remete à três diferentes personagens de Fringe: Simon Paris, codinome usado por William Bell no episódio "Grey Metters"; Simon Foster, cuja cabeça tem sido utilizada para experimentos no edifício de ciências dos Observadores e, por último, Simon Phillips, uma das crianças testadas com Cortexiphan com o poder de ler mentes, o que poderia ser uma alusão a habilidade dos observadores. Além disso, "Phillips" talvez referira-se ao Sargento Broyles, que ao ir de encontro com Olivia neste 5x04 é chamado por seu primeiro nome.

O glyphs code dessa semana soletra a palavra WOUND, que no português traduz-se como FERIMENTO. Está claro que esta é uma alusão não apenas a ferida de bala de Etta que resultou em sua morte, mas também a ferida que ficará para sempre nos corações de Olivia e Peter pela perda da filha.


E como eu disse, tivemos neste episódio mais uma parte do plano do Walter revelada, pena que não falamos "grego" e só pudemos identificar poucas palavras deixadas como pista no papel. Dentre elas, "bacon factor" (fator bacon) e "be shure to buy choc pudding" (certifique-se de comprar pudim de chocholate), o que me parece ser o tipo de coisa que Walter colocaria em um papel fundamental para o futuro da humanidade.


Interessante também é a foto que Broyles guarda, depois de todos estes anos, de Peter e Olivia. Notem que Peter posiciona-se em um plano vermelho, o que corresponde ao seu universo de origem, porém se encontra ao lado de Olivia e veste uma camisa azul que remete ao universo ao qual verdadeiramente pertence.


Até semana que vem! 

R.I.P Etta.

Canal de Séries, Por Gabriel Dias

0 teorias:

Postar um comentário

.